terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Recomeçar

Deixo-vos hoje um texto que, sem dúvida, levanta qualquer astral. Leio-o sempre que estou pra baixo.Não é o meu caso hoje,pelo contrário. Mas é sempre bom ler coisas que nos ajudam a levar a vida com mais alegria. ;)


"Não importa onde você parou ou em que momento da vida você cansou. Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças. E eu pergunto: sofreu muito nesse período? Foi a dor do aprendizado... Chorou muito? Foi a limpeza da alma... Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las... Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora... Pois é... agora é hora de reiniciar, de encontrar prazer nas coisas simples... Um corte de cabelo, um novo curso ou aquele velho desejo de aprender a pintar, desenhar, dominar o computador. Olha quantos desafios, quantas coisas novas te esperando! Está se sentindo sozinho? Besteira, tem tanta gente que você afastou com o seu período de isolamento. Tem tanta gente esperando apenas um sorriso para chegar perto de você. Recomeçar!! Hoje é um bom dia para começar novos desafios. Onde você quer chegar? Sonhe alto! Queira o melhor do melhor! Pensando assim, trazemos aquele que desejamos. Se pensarmos pequeno, coisas pequenas teremos. Tire o dia para uma faxina mental! Jogue fora tudo que te prende ao passado: fotos, roupas, papel de bala, ingressos de cinema, bilhetes de viagens e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados. Esvazie seu coração! Fique pronto para a vida, para um novo amor. Lembre-se: somos apaixonáveis, somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes. Afinal de contas, nós somos o amor. "








Carlos Drummond de Andrade

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

MARAVILHOSO.

Achei isso perfeito!
Mário Quintana é O CARA.






"Aprenda a gostar de você, a cuidar e você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você... A idade vai chegando e, com o passar do tempo, nossas prioridades na vida vão mudando...


A vida profissional, a monografia de final de curso, as contas a pagar. Mas uma coisa parece estar sempre presente... A busca pela felicidade com o amor da sua vida. Desde pequenas ficamos nos perguntando "quando será que vai chegar"? E a cada nova paquera, vez ou outra nos pegamos na dúvida "será que é ele"? Como diz o meu pai: "nessa idade tudo é definitivo", pelo menos a gente achava que era... Cada namorado era o novo homem da sua vida. Faziam planos, escolhiam o nome dos filhos, o lugar da lua-de-mel e de repente... PLAFT! Como num passe de mágica ele desaparecia, fazendo criar mais expectativas a respeito "do próximo". Você percebe que cair na guerra quando se termina um namoro é muito natural, mas que já não dura mais de três meses. Agora, você procura melhor e começa a ser mais seletiva. Procura um cara formado, trabalhador, bem resolvido, inteligente, com aquele papo que a deixa sentada no bar o resto da noite. Você procura por alguém que cuide de você quando está doente, que não reclame em trocar aquele churrasco dos amigos pelo aniversário da sua avó, que jogue "imagem e ação" e se divirta como uma criança, que sorria de felicidade quando te olha, mesmo quando está de short, camiseta e chinelo. A liberdade, ficar sem compromisso, sair sem dar satisfação já não tem o mesmo valor que tinha antes. A gente inventa um monte de desculpas esfarrapadas, mas continuamos com a procura incessante por uma pessoa legal, que nos complete e vice-versa. Enquanto tivermos maquiagem e perfume, vamos à luta... e haja dinheiro para manter a presença em todos os eventos da cidade: churrasco, festinhas, boates na quinta-feira. Sem falar na diversidade que vai do Forró ao Beatles. Mas o melhor dessa parte é se divertir com as amigas, rir até doer a barriga, fazer aqueles passinhos bregas de antigamente e curtir o som... Olhar para o teto, cantar bem alto aquela música que você adora. Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquele cara que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o homem da sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.



O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!"



Mário Quintana

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Nosso TUDO.


Já se sentiu sozinho em meio à  multidão?Isso é muito comum. Vivemos rodeados de pessoas, como uma ilha, cercada de água por todos os lados, e mesmo assim a solidão parece que nos toma para si. As pessoas hoje relacionam problemas como esse com a depressão, e isso se tornou mania;todo mundo "tem" ou já "teve". E se nós não colocarmos os nossos pés no chão, estaremos também arrumando uma série de problemas imaginários, além daqueles que já temos. Falo isso por experiência própria. Já tive que parar várias vezes pra rever os meus conceitos, e perceber que muita coisa que eu pensava estar sentindo poderia ser revertida. Mas acredito que sempre, até nessas horas em que achamos que estamos sem ninguém ao nosso lado, Deus está querendo nos dizer algo, nos ensinar. Se prestarmos atenção, ele fala conosco em cada situação. Está ali,pronto a nos ouvir, e sei que Jesus Cristo é melhor que qualquer psicólogo,psiquiatra,seja lá quem for. Ele nos criou, sabe exatamente o que passamos, o que sentimos, se estamos confusos e o que desejamos. Já passei por situações em que não conseguia nem orar. Não saía nada. Mas eu tinha absoluta certeza de que ele estava ao meu lado, segurando a minha mão, sentindo cada dor comigo. Estar na presença de Deus nos faz tão bem que é impossível explicar. A vida sem Jesus é tão sem graça e sem sentido que muitos procuram preencher em vão o vazio que têm em seu coração. A felicidade está nele, e sem ele você estará sempre sozinho, mesmo com milhares de pessoas à sua volta. Ele nos completa. Jesus é tudo!  

Minha música de hoje é "Tudo mudar", da Riane Junqueira:

"(...)
Mas eu sei de alguém que me ama e me quer bem
E mesmo sem eu merecer me dá só o melhor

Ele é Deus
O senhor da solução
Rei de toda criação
Que ouve a minha oração
E conforta meu coração
Basta apenas eu o abraçar
Para em minha vida TUDO MUDAR"

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Chegou a hora. ;)



Hoje decidi viver tranquila. Pra muitos isso é fácil, basta esquecer os problemas e viver um dia de cada vez. Mas para essa que vos fala, isso é muito complicado, visto que sou do tipo que se estressa por qualquer besteira. Tal decisão veio após muitos tombos, que me fizeram acordar e ver que a vida é um privilégio, é algo que não volta. Já passei noites pensando nela, em como fazer certas coisas que não cabe a mim executar, que eu não poderia resolver. Perdi as contas de quantas vezes deixei de fazer alguma coisa importante pra ficar imaginando coisas, como seria isso,aquilo... Idiotice!Enquanto isso as horas voam, enquanto eu poderia estar sendo feliz. Acredito que Deus tem falado comigo constantemente sobre isso, sobre descansar nele,afinal ele é o dono de tudo... se ele quiser, pode transformar a minha vida em um segundo. Então chegou a hora de ouví-lo. Chegou a hora de ser feliz como ele quer, de sorrir mais, de aproveitar mais as pessoas.


A minha música de hoje é "Do lado de cá", do Chimarruts, que resume tudo o que estou sentindo agora. ;)


Se a vida às vezes da uns dias de segundos cinzas




e o tempo tic taca devagar


Ponha o teu melhor vestido, brilha teu sorriso


Vem pra cá, vem pra cá


Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa


e tudo não parece funcionar


Deixe esse problema à toa, pra ficar na boa


Vem pra cá






Do lado de cá, a vista é bonita


a maré é boa de provar


Do lado de cá, eu vivo tranquila


E o meu corpo dança sem parar


Do lado de cá, tem música, amigos e alguém para amar


Do lado de cá






A vida é agora, vê se não demora,


Pra recomeçar é so ter vontade de felicidade pra


pular






Do lado de cá, a vista é bonita


a maré é boa de provar


Do lado de cá, eu vivo tranquila


E o meu corpo dança sem parar


Do lado de cá, tem música, amigos e alguém para amar


Do lado de cá
 
 
Beijo beijoooo. =)

sábado, 3 de julho de 2010

Pessoas...




Pessoas vêm e vão todos os dias.Algumas nos deixam com tanta rapidez que nem nos lembramos de como as conhecemos. Mas outras permanecem de forma tão intensa que não nos imaginamos mais sem elas. Essas têm sido as responsáveis pelo nosso sorriso, nosso esforço em continuar lutando por uma vida melhor, nossa vontade de acordar e ver que viver é muito mais que abrir os olhos e respirar. Tantas coisas boas que vivemos ao lado delas!São tantas que, se fossemos contar uma a uma, levaria uma vida inteira. Sinto saudade, mas não queria voltar no tempo. Mesmo porque se fossemos reviver tudo o que passou e que sentimos falta, o que seria do nosso presente?O futuro então... seria descartado. O bom de viver o hoje é justamente o fato de ter a bagagem adquirida no passado, e a vontade de ter um futuro ainda melhor. A nossa felicidade vai muito além de ter um bom emprego,ou uma vida amorosa satisfatória, como a maioria das pessoas espera. Não basta ter algo individual, pois o tempo todo dependemos de pessoas, e estas tem um valor imensurável para nós. As que se foram, pelos mais diversos motivos, nos ajudaram a crescer e a nos tornar o que somos.As que estão ao nosso lado hoje têm nos fortalecido e feito diferença em cada ação que efetuamos.E as que virão?Ahh,estas eu ainda não conheço, mas aguardo ansiosamente por cada uma delas. Vendo por este ângulo fica mais fácil aceitar as perdas e esperar pelo novo. E sei que pessoas maravilhosas nos aguardam.


Minha música de hoje é "Mais uma vez", de Marisa MOnte.


"Vou com saudades no meu coração



Mando notícias de algum lugar


Eu sei que muitas vezes te fiz esperar demais


Mas, mesmo na distância o meu pensamento voa longe


demais."


Beijooooooo

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Felicidade


Hoje estou inspirada!Louca pra falar o que sinto, o que vejo e o que espero. Acordei cedo, feliz da vida, o que é uma coisa rara de se ver. Mesmo com tanta correria, e eu sei que não sou a única que passa por isso, tento parar um pouco pra admirar as belas coisas ao meu redor. Às vezes, querido leitor, procuramos motivos para alegrar o nosso dia, para nos tornar pessoas mais felizes. Mas hoje percebi que o simples fato de vivermos já é motivo suficiente. Não quero só sobreviver; quero viver intensamente cada momento, com cada pessoa, com a calma e sabedoria que só Deus pode dar.Sinto que posso ser feliz mesmo com problemas, frustrações, tristezas... Vejo que o meu futuro me tornará não só uma pessoa realizada, mas também madura. E sinceramente, espero que você sinta o mesmo. Como disse Clarice Lispector:
"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."
Beijo enormee! ;)

terça-feira, 1 de junho de 2010

Mesma tecla...

Falar de saudade é até fácil, quando se sabe que ela acabará um dia. Falar de quem se ama é ainda mais, principalmente quando esse amor é recíproco. Não quero deixar transparecer aqui uma pessoa melancólica, mas sim alguém que sente falta de um passado não muito distante, e que, se pudesse, o transportaria para o exato presente. Às vezes as coisas parecem tão rotineiras que nem nos damos conta da importância que têm. Nos prendemos mais a acontecimentos marcantes, como um casamento, a morte de alguém, um grande presente, um acidente, ou algo parecido.Nos esquecemos do bilhete escrito na hora da aula, do telefonema que transformou o dia sem graça no mais legal de todos, do abraço apertado num dia frio, dos olhares trocados, das mensagens de texto sempre tão emotivas, das conversas, das risadas, dos passeios, das músicas, de tantas coisas. É disso que sinto falta; daquilo que jamais voltará. Por isso dou tanto valor à simplicidade, pois é ela que faz da nossa vida uma delícia. Que aproveitemos mais dessas gostosas sensações que a vida nos proporciona, e que sintamos saudade BOA de tudo o que vivemos!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

As vitórias virão

Depois de alguns dias ausente, hoje quero escrever sobre aqueles dias em que estamos abatidos e desesperançados. Todos temos ocupações, gostos e famílias diferentes, mas mesmo assim todos passamos por momentos difíceis. Os meus problemas não são necessariamente os seus, mas o que nos torna iguais é justamente a presença deles. E quando estamos assim, sem ânimo, é que precisamos dar o primeiro passo. Este é essencial para o nosso crescimento como seres humanos, pessoas que buscam a felicidade e a realização pessoal. Acredito que tenho me tornado uma pessoa melhor e mais madura. E uma coisa é certa: as vitórias merecidas vêm. Demoram, mas vêm.


Ah, minha música de hoje é Sapato Velho, do grupo Roupa Nova:

" Talvez eu seja simplesmente
como um sapato velho
Mas ainda sirvo se você quiser
basta você me calçar
e eu aqueço o frio dos seus pés"

VOcê deve estar se perguntando: O que essa música tem a ver com o texto?
A resposta é: nada. Não combina em nada. Mas mesmo assim é a minha música de hoje. Ela falou ao meu coração e isso é o que importa. E torço pra que você a curta também, afinal boa música sempre é bem-vinda.

Super Beijo!

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Depois de muitos dias ausente, resolvi escrever-lhes sobre o que estou sentindo neste exato momento. Nada planejado. Acabei de discutir com um ateu, e isso me deixou muito pensativa. É incrível como há pessoas tão incrédulas, ao ponto de blasfemar contra Deus. Depois te tudo o que ele fez e ainda faz por nós, o mínimo que podemos fazer é entregar nossas vidas a ele, pois ele assim fez ao entregar o seu único filho por nós. Às vezes agimos como as pessoas deste mundo. Achamos a homossexualidade, o uso de drogas, a promiscuidade e a prostituição muito normais. Só falta batermos palmas. Rimos de tudo, achamos tudo muito lindo. Condenamos muito os que praticam iniquidades,mas na verdade nós é que estamos deixando os nossos próprios princípios para seguir outros completamente diferentes, para agradar os nossos amigos, nossa família... sempre agradar.Coisa que eu sempre detestei fazer, e agora penso estar fazendo. Que Deus tenha misericórdia de nós.

Minha música de hoje é "Carry my cross", do Third Day:


"Father, please forgive them




They know not what they've done



In this world"
 
 
Beijooo ;D